Minha geração é foda

GERAÇÃO  Y
Literalmente podemos dizer que vivemos em uma geração que no sentido mais baixo da palavra é foda. E por outro lado, podemos dizer que vivemos em uma geração que, no sentido mais usado da palavra, é FODA! Fiquei com a pulga atrás da orelha ao ver que existe uma comunidade que se intitula Minha Geração É Uma Vergonha!!.

Isso porque creioque vivemos em uma das melhores épocas pra se viver, se não for a melhor. É certo que existem n problemas relacionados a época em que vivemos. Contudo, cria-se uma ilusão de que em outras épocas determinados problemas não existiam ou não eram tão maximizados como se está hoje. Alôooo, problemas como sexualização de jovens, miséria, fome, ganância excessiva, entre outros diversos que nos assolam, sempre existiram desde que nos definimos como sociedade. 

Porém, hoje existe um grande diferencial, a informação está ao alcance de todos nós com um simples clique. O que nos possibilita livre escolha. E não só a informação que querem que recebamos, como as da TV, onde a escolha transita basicamente de um canal para o outro. Com o advento de uma rede mundial de computadores podemos saber de tudo que está acontecendo e a partir daí tomarmos as decisões mais corretas. Se as coisas parecem erradas para você, a culpa é sua: então faça algo. 

A geração que vivemos hoje, de fato, é bastante influenciável pela mídia. Mas esquecemos de uma pequena cosita fundamentalíssima, nós que damos força e sustento a determinadas tendências. Se você acha que a banalização sexual entre jovens é um absurdo, pare de propagar isso. Se fizerem algum comentário tendencioso sobre isso ao seu lado, critique-o. Se há algo errado no mundo atual e você não faz nada, pode ter certeza, a culpa é inteiramente sua: você não pode reclamar que não há informação, no máximo você pode dizer que ainda não a encontrou, e com informação você pode mudar seu mundo, através de ações. 

E outra, onde se pretende chegar ao entrar numa comunidade como essa? É como se eu tivesse gritando pra todo mundo: 

“EU SOU UM MERDA QUE VIVE NESSE FOSSO DE SOCIEDADE, ONDE TÁ TUDO ERRADO, ISSO TUDO É CULPA DE VOCÊS E EU ODEIO VOCÊS.”. 

Quer que as coisas mudem, então comece sair do seu computadorzinho e faça algo para amenizar a sua culpa! Temos de parar com essa hipocrisia de achar que tá tudo errado por causa dos outros. Afinal, vocês TAMBÉM fazem parte dessa geração. Entrar numa comunidade dessa e não fazer nada é o mesmo que limpar a bunda com as mãos. 

Pra vocês que “Odeiam Muito Tudo Isso” , digo-lhes que o ódio nunca nos libertará de coisa alguma. 

[E… sim. Isso também vale pra mim!]
Minhas sinceras desculpas aos meus amigos que fazem parte dessa comunidade, mas esse é o tipo de coisa que eu simplesmente não tolero, sei que vocês e os outros usuários da comunidade talvez não vejam nossa sociedade da maneira radical como eu coloquei aqui neste post, porém é preciso ter cuidado ao apoiar o pensamento de outra pessoa. Achei um tanto agressivo o título da comunidade e parte de sua descrição em trechos como: 

saiba que não é o(a) único(a) a detestar essa juventude perdida!!! Pelo menos aqui você encontrará o que restou dos jovens que ainda lutam por valores morais, hoje esquecidos

Como a acusação foi agressiva, achei por bem de rebatê-la na mesma intensidade. Veja bem, admiro e acho bastante eficiente debater e criticar os problemas que nós vivenciamos. Porém, criticar toda uma geração em função dos problemas que nós vivemos, é aceitar os problemas, se dizer impotente diante deles e ainda se responsabilizar por toda a cagada que está feita aí, inclusive a herdada de gerações anteriores. E outra, nessa comunidade nada foi pautado, nenhum fórum foi criado para limpar a sujeirada que tá aí. Daí, mais uma vez a minha pergunta: 

Onde se pretende chegar entrando numa comunidade dessa (que nem um fórum, ao menos, tem)?

2 comentários:

Rocileide disse...

Concordo com o comentário.O que nos envergonha é a enorme falta de caráter,sobretudo,de governantes,legisladores e juristas.Mas isso independe de gerações.Essa geração se tem mais possibilidades de errar,tem também mais chances de acerto.

jéssicamaria ;* disse...

Fica olhando a atualização alheia e dá nisso. Fui eu que entrei e dai?! (:
Eu tenho vergonha da minha geração, não da época em que vivo.
Ao dizer que tenho vergonha da minha geração não tem nada haver com sexo, drogas, miséria, (tudo isso já era foco na década de 70), nem da influência/importância dos meios de comunicação.
Ao assumir que tenho vergonha da minha geração, é procurar pessoas que no fundo, ainda têm vontade de ter nascido na ditadura, de ter enfrentado policia, de ter sido exilado. Não é o que acontece hoje. A geração em que nasci, é acomodada, é "receptiva" e não levanta a bunda do sofá porque tá vendo a TV que informa e que engana.
É a geração que não sabe mais ouvir uma boa musica que um "Rebolation" é o suficiente pra arrancar do seu rosto uma risada.
É a geração que acha que tudo é comum, é natural.
Ah, ao entrar na comunidade pretendia encontrar pessoas parecidas, que vão à luta, que gritam por seu direito, que não precisam buscar em musicas internacionais as respostas para uma dor de cotovelo, um fora...
Buscava pessoas que se mobilizassem e que diferentemente do seu post, conseguissem enxergar mais longe, além de UMA opinião formada, ver que ao se lutar por uma melhoria social, está se lutando por uma melhoria interna.
Em nenhum momento pensei em gritar "EU SOU UM MERDA QUE VIVE NESSE FOSSO DE SOCIEDADE, ONDE TÁ TUDO ERRADO, ISSO TUDO É CULPA DE VOCÊS E EU ODEIO VOCÊS", já que ali, restaria uma parcela dessas "Merda de Sociedade" que buscava o mesmo que eu. Nem gritaria isso para as pessoas que assim como eu que entro nesse tipo de comunidade, não tem o que fazer, e muitas vezes nem sabe o que se tem pra fazer.
Não julgue a "hipocrisia alheia", já que tampem está na frente do computador - não realizando nenhuma mudança, por sinal -, mas diferentemente de mim, não fez nada, nem pensou pra mudar a situação.
É verdade faço parte dessa geração, e me envergonho disso, como queria ter sido adolescente nos anos 80. Onde se lutava, já que hoje, ao se falar nisso, se é julgado de "sem noção", "noiado" e até hipócrita! Que não se escuta boas musicas que não se vê bons filmes. É tudo mundano, é tudo satírico, é tudo "aceitável"
Assumo que, a descrição não condiz o que eu busquei, mas de uma forma ou de outra, chama a atenção ou causa indignação - como no seu caso.
Tem todo o direito de expressar suas intolerâncias, a internet é livre e o blog é seu.
Mas não tire conclusões precipitadas e cuidado com as palavras, você acabou fazendo o mesmo que tanto abomina: ROTULANDO um grupo de pessoas.
Estou extremamente magoada com suas palavras e um tanto que decepcionada. Assim como o Renato Russo: "... Que o caminho é um só, porque esperar se podemos começar tudo de novo? Agora mesmo, a humanidade é desumana, mas ainda temos chance, o sol nasce pra todos, só não sabe quem não quer. [...] Até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo, quem roubou nossa coragem? Tudo é dor, e toda dor vem do desejo, de não sentimos dor..."

Postar um comentário